Residencial Terapêutico
Alimentação

Como lidar com o bombardeio de informações sobre nutrição?

10 de novembro de 2017
Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

A nutrição é um dos ramos da área da saúde em crescente ascensão nos últimos anos, em razão, principalmente, da facilidade do acesso às informações, no universo dos meios de comunicação. Dentre eles, as redes sociais, em que diversas pessoas, principalmente, o terror dos nutricionistas, as famosas blogueiras fitness, disseminam informações nada técnicas sobre como se deve alimentar, qual a dieta ideal, o que fazer para ter o tão sonhado corpo perfeito, como se preparar para a nova estação com o projeto verão, dentre outros assuntos relacionados a saúde e qualidade de vida.

A grande questão é, em meio a uma gama de referências, como realizar uma filtragem do que seria realmente bom para a saúde de cada um, e quais os limites do corpo de cada pessoa para seguir fórmulas milagrosas para alcançar seus objetivos. É preciso observar com atenção qual a fonte dos conhecimentos disponibilizados, bem como os métodos utilizados para se chegar ao resultado, tendo sempre em mira que a saúde vem em primeiro lugar e que, sem ela, qualquer outra finalidade estará comprometida.

Essa seleção é essencial para garantir, também, que o leitor não seja enganado por falsos e, portanto, inatingíveis padrões estéticos, guiados por falsos profetas da nutrição. Os modelos devem servir como propulsores na realização de mudanças de vida e incentivadores na busca de hábitos mais saudáveis, o que inclui a alimentação, o bem-estar e, como consequência disso, um corpo saudável, reflexo de uma conjugação de fatores, estudados e adaptados para a rotina de cada pessoa.

O profissional da nutrição funciona, nesse sentido, não apenas como um incentivador, mas verdadeiro instrumento para auxiliar o paciente na conquista de suas pretensões. É preciso ser esclarecido que resultados milagrosos não existem sem uma contrapartida certeira, a do esforço e da dedicação, até mesmo porque, até hoje, os pesquisadores não apontaram nenhum remédio ou técnica milagrosa que faça com que se perca aquela gordurinha abdominal indesejável ou ganhar aquele sonhado abdômen tanquinho sem que seja através de um bom planejamento e de técnicas diversas.

Aprofundar sobre as coisas que se lê, ouve ou assiste sobre nutrição, é uma boa pedida, assim como analisar a melhor forma de promover a mudança sem causar sofrimentos desmedidos, função a que incumbe o nutricionista, com a confecção de um plano alimentar que se adapte à rotina, assim como, ao iniciar uma atividade física, é prudente a orientação de um educador físico. Qualquer mudança de hábito é difícil, mas procurar saber o que é melhor para cada um, ainda é a melhor opção.

 

Fonte: William Nadal Fernandes – Nutricionista CRN2 – 13920D – Telefone: (54) 99157-0597


Usina Superior