Residencial Terapêutico
Bem-estar

Criança e internet: que cuidados devemos ter

10 de novembro de 2017
Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

A internet faz parte da vida das pessoas cada vez mais cedo. As crianças, muitas vezes, sabem lidar com o computador e a internet bem melhor que seus próprios pais. Os pais, para agradarem seus filhos, e pensando na educação e conhecimento deles, acabam presenteando-os com um computador ou notebook, com acesso à Internet.

Muitos desses pais nem sabem utilizar o computador e, assim, não conhecem os programas existentes e os perigos que podem haver neles. Outros pais, no entanto, sabem e conhecem bem o uso do computador e da internet, porém, em função das longas jornadas de trabalho não conseguem acompanhar totalmente o que os seus filhos olham e fazem na internet.

Sabemos que a internet é uma grande fonte de entretenimento e conhecimento, atualmente, indispensável na vida das pessoas. Porém, também existem riscos para as crianças, como a pedofilia, altamente preocupante; a pornografia e os crimes virtuais. As crianças não são como os adultos, que no geral sabem as consequências das atitudes. Elas são inocentes e, muitas vezes, não sabem distinguir o certo do errado.

Como devemos então ensinar as nossas crianças a se comportar no mundo virtual?

 :: Jamais colocar informações pessoais em sites de relacionamento

Não permita que seu filho coloque número de telefone, endereço da casa ou escola ou qualquer outro tipo de informação que possa ser encontrado.

 :: Não use o site de relacionamento para expor a sua agenda

Instrua seu filho a não colocar informações sobre sua localização em redes sociais, com dia e hora. Muitos costumam colocar no programa de mensagens frases do tipo: “Amanhã natação no ginásio, espero vocês às 14 horas!”. Aparentemente uma frase simples, mas em uma mente maldosa pode oferecer muitas informações.

 :: Nunca fale com estranhos

Não falar com estranhos é um dos primeiros ensinamentos que os pais dão aos seus filhos na vida. Ensine-lhes que na internet não é diferente. A suposta proteção que acham que possuem por estarem atrás de uma tela não é real, então, deixe isso bem claro para as crianças. Explique que as pessoas podem se passar por pessoas que não são, que um adulto pode dizer que tem a sua idade, mas na realidade não é o acontece.

 :: Não mostre suas fotos e sua imagem

As crianças devem ser proibidas de enviar fotos ou ligar a webcan para pessoas estranhas, mesmo que elas considerem um amigo virtual. Como foi citado acima, muitos adultos se fazem passar por crianças para coletar informações da sua vítima. Não permita também que seus filhos coloquem fotos inapropriadas em sites de relacionamento, como poses que não combinam com a sua idade. Roupas curtas e de banho devem também ser evitas. Existem pessoas que encontram essas fotos e as divulgam em sites de pedofilia ou mesmo prostituição infantil.

 :: Acompanhe as amizades de seus filhos

O principal de tudo é sempre ter contato com seus filhos. Uma boa conversa, explicando e esclarecendo tudo é o melhor método de segurança na internet e na vida. Inspire confiança, instrua-lhes a sempre contar o que acontece na internet, com quem conversou, o que conversou, enfim, mostre-se preocupada e sempre converse muito.

 :: Estimule seu filho a navegar em sites seguros e divertidos para a sua idade

Existem vários sites que são bem interessantes para as crianças. Assim elas esquecem um pouco que na internet só existe sites de relacionamento.

 

Fonte: www.oficinadanet.com.br


Usina Superior