Usina Superior
Bem-estar

Hábitos aparentemente inofensivos que prejudicam sua saúde bucal

10 de novembro de 2017
Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

Você escova seus dentes duas vezes por dia, não come muitos doces e visita seu dentista frequentemente. A maioria dos problemas bucais realmente pode ser prevenida com esses passos. Mas já parou para pensar que podem existir outros hábitos aparentemente inofensivos que façam todo esse cuidado ir por água abaixo? Conheça abaixo alguns que podem ser prejudiciais para a saúde da sua boca e elimine-os já da sua rotina.

:: Escova de dentes centenária

Por mais apego que você tenha à sua escova, uma hora você precisa dar adeus. Quem aconselha é a mestre em Dentística e especialista em Endodontia, Paula Soldani. “Uma média de três meses é o tempo de vida ideal para uma escova de dentes. Em casos de gripe muito forte e infecção de garganta ou na boca também é recomendada a substituição para evitar uma nova infecção”, explica. Vale lembrar que para quem usa aparelho esse tempo pode ser mais curto, já que ele desgasta as cerdas bem mais rápido.

:: Palitar os dentes: não

Se você é desses que já procura um palitinho na mesa depois que acabou de almoçar, pare agora. Além de ser falta de educação à mesa, Paula explica que, embora seja uma prática comum há muito tempo, o palito pode acabar prejudicando a saúde bucal. “Ficar futucando os dentes para retirar restos de comida que ficaram por ali pode machucar a gengiva e criar outros tipos de problemas, como lesões”. Aliás, se você precisa de mais um bom motivo para não palitar os dentes, saiba que os objetos não são esterilizados e podem levar micro-organismos à boca. O fio dental é a melhor solução.

:: Mastigação só de um dos lados

Talvez você nunca tenha percebido, mas é muito comum mastigarmos só de um lado da boca enquanto comemos. Porém, esse processo, conhecido como mastigação unilateral predominante, não pode ser visto como uma mania. “O hábito de mastigar mais de um lado do que do outro pode resultar em um desajuste na arcada dentária, por isso é importante perceber e procurar ajuda de um dentista para começar tratamento o quanto antes. A longo prazo, se não for tratado, pode causar um aumento na musculatura e problemas nas articulações”, alerta a endodontista.

:: Roer unhas

Mania, ansiedade ou nervosismo, seja qual for o motivo, a verdade é que roer as unhas não faz nada bem para suas mãos e saúde bucal. Esse hábito pode desgastar os dentes, além de trazer para a boca uma série de germes, fungos e bactérias que ficam abaixo da unha. Já imaginou? Inclusive pessoas que roem unhas estão mais propensas a desenvolver bruxismo, o ato de ranger e bater os dentes de forma involuntária.

:: Abuso de alimentos duros

Nossos dentes são bastante resistentes, mas é bom não abusar, já que alimentos muito duros podem quebrá-los ou rachá-los. Além do visual, um dente quebrado pode trazer reflexos para o corpo todo, porque possui uma relação muito próxima com a coluna vertebral. Balas duras, pé de moleque e torresmo são só alguns exemplos que podem ser evitados.

:: A rotina ideal para seus dentes

Além de evitar os casos acima, é muito importante ter uma rotina de limpeza bucal. Só assim é possível se prevenir dos principais problemas. “O ideal é escovar os dentes sempre depois que comer algo. O fio dental também deveria ser usado junto com toda escovação, mas, não sendo possível, pode ser pelo menos uma vez por dia, de forma bem caprichada. E visite seu dentista com frequência, pois ele é a pessoa mais indicada para recomendar a melhor escova e o creme dental de acordo com suas necessidades”, finaliza a especialista em saúde bucal.

Fonte: www.sorrisologia.com.br


Usina Superior