Usina Superior
Beleza

O amor cura!

16 de agosto de 2017
Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

É sobre o seu amor, o amor-próprio, o amor que você sente por você. Chega de olhar o passado, chega de olhar o obstáculo. Para curar, é preciso amar. Amar muito cada parte do seu corpo, cada célula.

Nos momentos em que a vida fica um pouco sem cor, nos momentos de dor, de doença ou apenas em um dia ruim parece que o amor por nós mesmos fica mais escondido. É mais fácil brigarmos com nós mesmos e sentirmos o peso da culpa. Em dias de instabilidade, o desânimo e a tristeza podem se instalar. Mas, tente se amar acima de tudo. Que o amor por cada parte de você possa transcender, transmutar, transformar e melhorar tudo dentro de você. Mesmo em situações que, em sua mente, poderiam ser diferentes. Mesmo com comportamentos que, na sua cabeça, podiam ser diferentes. Não seriam, e não são. A realidade que se apresenta é perfeita com todos os passos que você deu até aqui. Cada dia foi importante. E o dia de hoje é ainda mais importante.

Cura é harmonia, é o caminho do meio, é encontro e amor. Que você crie uma reserva de amor dentro de ti. Exatamente para aqueles momentos que você colocar em dúvida esse amor. Esses momentos surgem, fazem parte da vida, há os altos e os baixos. Nessas situações, sempre podemos pedir ajuda para os florais de Bach, para que eles fortaleçam a conexão com nossa essência de amor. Ao floral Holly, por exemplo, para que nos conecte com um amor forte e puro, ao Crab Apple, para que façamos uma limpeza profunda, ao Larch, para que confiemos mais em nós mesmos, ao Mimulus, para superarmos nossos medos, ao Pine, para ficarmos livres do peso da culpa, ao Gentian, para energia e fé renovadas, ou ao Wild Rose para despertarmos mais amor por nossas vidas.

Chega de olhar de canto de olho para você mesmo, olhe para você de frente, nos olhos. O que sente? Reconheça! O que você precisa fazer hoje por você? É silenciar? É movimentar? Faça! Por amor a você, escute-se! Ame-se! Só o amor cura! Aceite a realidade que se apresenta e faça algo para sentir-se bem. É preciso equilíbrio entre pausa e movimento. É preciso respeito. É preciso aceitação. É preciso ajustes. Faça o que te faz bem! Por amor a você, diga sim. Mas, também, diga não. E o que você quer dizer nesse momento? Deixa seu coração responder. E por quantas vezes for necessário, repita: Por amor a minha saúde, eu me amo e me cuido, me protejo e me resguardo. Com muito amor a cada dia me renovo.

Fonte: Rúbia Iana Machado – Terapeuta Holística – (54)99984-6987 – www.facebook.com.br/rubiaiana – www.harmoniaintegral.blogspot.com


Usina Superior